Pular para o conteúdo

Voce sabia que é possivel usar laser na lipoaspiração e não destruir a gordura? preservando ela para enxerto? veja esse …

Voce sabia que é possivel usar laser na lipoaspiração e não destruir a gordura? preservando ela para enxerto? veja esse vídeo até o final e saiba mais sobre esse assunto

A lipolaser é realizada há muito tempo com o objetivo de destruir a gordura para facilitar a lipoaspiração.

Dessa forma pode causar complicações como deformidades e retrações na pele.

Sabia que hoje é exite laser que não destroi, e sim preserva a gordura?

Solta a gordura no subcutâneo, facilitando a lipoaspiração. Além desse processo possibilitar uma recuperação melhor, essa gordura pode ser utilizada para preenchimento facial, reconstrução da mama, aumento dos glúteos e até correções de deformidades.

tenho feito muitas cirurgias na mama reparadoras e estéticas utilizando enxerto de gordura. com excelentes resultados.

Em muitos casos o procedimento pode ser feito em hospital dia, com alta após algumas horas da cirurgia e com segurança.

A recuperação é melhor, com menos dor, menos hematoma e equimose, e o retorno as atividades é mais precoce.

E também existe um estímulo de colágeno, que pode melhorar a retração e qualidade da pele.

Ficou interassado, agende uma consulta.


Dr. Fernando C M Amato
Cirurgião Geral e Cirurgião Plástico
RQE nº 51573 – RQE nº 51436
CRM/SP 133826

Contato: 11 5053 2222 e 11976460655


#lipo #lipoaspiração #lipoenxertia #lipohd #lipolaser #laserlipolise #lipofotomodulação #vibrolipo #lipedema #xôlipedema
#cirurgiaplastica #cirurgiaoplastico #saude #bemestar
nv-author-image

Prof. Dra. Marisa Amato

Especialista em Cardiologia pela Associação Médica Brasileira. Mestrado em Ciências, na área de Fisiologia Humana, pela Universidade de São Paulo,1982. Doutorado em Medicina pela Universidade de São Paulo,1988. Bolsista de pós doutorado do governo alemão pela Fundação Alexander von Humboldt, em Hamburg, 1992/1993. Professora Livre Docente de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, 1998. Artigo Científico com repercussão internacional, publicado na Heart British Medical Journal, servindo de referência para o Consenso Europeu de Cardiopatias Valvares, 2001. MBA em Economia e Gestão em Saúde pela Escola Paulista de Medicina, da Universidade Federal de São Paulo,em 2005.Presidenta da Academia de Medicina de São Paulo, biênio 1997/1998. Membro do Conselho de Cultura da Associação Paulista de Medicina, biênio 1999/2002. Membro do Conselho de Economia, Sociologia e Política da Federação do Comércio do Estado de São Paulo do Sesc e do Senac, desde março de 2008.Presidenta do Clube Humboldt do Brasil, eleita em novembro de 2008. CRM: 30400 RTE 056950

× Precisa de ajuda? Fale conosco! Available from 08:00 to 20:30